BLOG

carne viva caiu na rede

Há cerca de três anos atrás, quando recebi o livro Carne Viva, do poeta, designer e parceiro de geração Marcelo Sahea, escrevi um pequeno texto com minhas impressões. O cara ainda nem era considerado um dos melhores poetas visuais da praça! Agora que o livro está esgotado e Marcelo disponibilizou uma versão em PDF na íntegra em seu site – que, diga-se de passagem, merece uma boa vasculhada pelo conteúdo e pela riqueza visual exuberante – recupero o texto para re-apresentar o livro aos novos leitores:

“Esse livro é uma lâmina de dois cortes que prima pela agudeza do rigor formal, de um lado, e pelo torque da potência poética, pelo outro, abrindo um rasgo no umbigo do ego da poesia brasileira deste início de século. Aliás, me identifiquei logo de cara com a capa,ventre aberto parindo o livro. No miolo o vermelho-sangue da tinta impresso na pele das páginas.

Tudo muito bem arrematado. Os poemas visuais exatos, a diagramação enxuta, a sensualidade úmida. Marcelo é afiado e afinado com algumas das vozes mais ruidosas e desconcertantes da atualidade e não está de brincadeira…”

Portanto, não perca tempo, baixe gratuitamente o seu Carne Viva!

Depois de baixar você vai precisar descompactar o arquivo com um programa como o Winrar que você encontra aqui e abrir com o Adobe Acrobat Reader que está disponível aqui.

Postado em 27/02/2008 Blog!

Compartilhe

Sobre o autor

Makely Ka (Valença do Piauí, 1975) é um poeta cantor, instrumentista, produtor cultural e compositor brasileiro. Makely é poeta, compositor e agitador cultural. Atuando em diversas áreas como a música, a poesia e o vídeo. Incorpora à sua produção artística um componente crítico e reflexivo. Autodidata, desenvolveu uma poética musical própria, amalgamando elementos da trova e do aboio de herança ibérica às novas linguagens sonoras urbanas como o rap, do despojamento da poesia marginal ao rigor formal da poesia concreta.

(10) respostas

  1. mary
    27/02/2008 de 07:52 · Responder

    amei.
    até então, nenhum poema visual havia abalado meu senso estético de designer.
    obrigada pela dica!
    :-D

  2. Jake Mello
    28/02/2008 de 01:13 · Responder

    eu já gostava das criações dele.
    Agora é só deleite.
    Valeu muito, bj!
    :)

  3. .ludmila ribeiro.
    29/02/2008 de 16:53 · Responder

    fino!

  4. Guilherme Castro
    01/03/2008 de 18:23 · Responder

    Muito Bom !!!!

  5. makely
    02/03/2008 de 19:55 · Responder

    Bacana Mary, procure outros trabalhos do Sahea que você vai gostar.

    Jake, o Sahea colaborou na primeira edição da Revista de Autofagia. Se você se interessar posso enviar um exemplar.

    Fino e desencanado Ludmila, não é todo mundo que disponibiliza o próprio trabalho para baixar gratuitamente.

    Guilherme, o poema inspirado no Sahea é muito bom também. Acho que seu negócio é poesia visual!

  6. Jake Mello
    04/03/2008 de 01:26 · Responder

    Opa! Quero sim.
    Quero mesmo.

    Obrigada!
    Endereço pra onde?

  7. makely
    05/03/2008 de 01:13 · Responder

    Jake minha cara, me escreva: makelyka@yahoo.com.br
    Abraços

  8. renato villaça
    05/03/2008 de 10:12 · Responder

    valeu, makely.

  9. Dorothy
    07/03/2008 de 16:19 · Responder

    já tem revista nova de autofagia?
    eu quero. . não consegui abrir o link.
    =)

  10. 10/03/2008 de 23:33 · Responder

    … que delícia de blog! surpresa boa de fim de noite. virei sempre… já em breve! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Back to Top