Expedição

CAVALO MOTOR NO GRANDE SERTÃO
a simbiose homem-máquina nas veredas entre a catinga e o cerrado
RELATOS | COLABORE | SOBRE | ROTEIRO | JUSTIFICATIVA | CD | WEBSITE E APP | LIVRO | SHOW
 

Barro Branco e Fazenda São Francisco

Leito seco do córrego dos Porcos Poucos quilômetros depois da Barra do Rio-de-Janeiro passei pelo lugar indicado pelos moradores onde costuma haver sinal de celular. No ponto mais alto da região, onde há um tronco caído de gameleira. Nem no tronco tampouco em cima de uma árvore consegui sinal. Mais alguns dias sem comunicação. Cheguei…Saiba…

Saiba mais →

Chapadão do Urucuia

Saí de Chapada Gaúcha e segui pela estrada de cascalho grosso no sentido de Serra das Araras. A placa na saída da cidade indicava 37 Km. Fui deixando as plantações e entrando de volta no cerrado, campo sujo, depois carrasco e cerrado fechado. Ganhei novamente a companhia  das corujas buraqueiras. Muitos ipês amarelos floridos e…Saiba…

Saiba mais →

Meta-viagem

“Eu odeio as viagens e os viajantes. E no entanto estou eu aqui disposto a relatar as minhas expedições!” Assim Claude Lévi-Strauss começa o relato de sua célebre viagem ao interior do Brasil, entre 1935 e 1939.  Mais que um simples diário de viagem, Tristes Trópicos é um ensaio que lançou as bases de uma…Saiba…

Saiba mais →

Córrego do Batistério

O sertão está camuflado em Várzea da Palma. Ninguém dá notícias, ninguém sabe dele. Comem hambúrguer e pizza e ouvem música mecânica em volume muito além do razoável nos carros e nos bares. Mas ele surge na madrugada enquanto a cidade dorme, em sonho. E a cidade ganha contorno de outro tempo, outro sentido de…Saiba…

Saiba mais →

Barra do Rio-de-Janeiro

“Ficamos existindo em território baixio da Sirga, da outra banda, ali onde o de-Janeiro vai no São Francisco, o senhor sabe. Eu estava com uns treze ou quatorze anos…” GSV  Mudei a rota original e segui até Três Marias, 35 Km de asfalto. Saí por volta das 13h e antes das 15h estava no centro…Saiba…

Saiba mais →

Andrequicé

Ainda o senhor estude: agora mesmo, nestes dias de época, tem gente porfalando que o Diabo próprio parou, de passagem, no Andrequicé. Um Moço de fora, teria aparecido, e lá se louvou que, para aqui vir – normal, a cavalo, dum dia-e-meio – ele era capaz que só com uns vinte minutos bastava… porque costeava…Saiba…

Saiba mais →

Capivara de Cima e Buritizinho

Sigo a estrada rumo a Andrequicé passando por Buritizinho. Muita subida, mas principalmente muito pó, camadas de 15 cm em alguns trechos. O pneu vai fazendo sulcos profundos e quando passa algum veículo a nuvem de poeira engole tudo. Deixo o Rio Bicudo para trás e vou rodeando o Morrão rumo oeste até ele sumir…Saiba…

Saiba mais →

A postagem do Morro

Saí de Cordisburgo no meio da tarde sentido noroeste para Curvelo. Estrada de terra com muitas costeletas, ainda na região do calcário. Próximo à Gruta de Maquiné me lembrei do conto “O Recado do Morro”, que se passa na localidade do meu próximo destino, onde o cordisburguense descreve a formação dos espeleotemas, o gotejamento da…Saiba…

Saiba mais →

Ave Palavra

Pela manhã levei a bicicleta no Seu Zezinho para trocar os raios comuns da roda traseira, todos já frouxos, por raios duplos. Ele me explica que em Cordisburgo é comum o uso dos raios reforçados porque eles costumam carregar pedras nas bicicletas. Na volta passei pelo Museu, agora aberto, e fiquei surpreso com a nova…Saiba…

Saiba mais →

Chegada a Cordisburgo

Saí de Araçaí com o sol já alto, no topo do céu. Contra todas as recomendações atalhei pela estrada de terra rumo a Lagoa Bonita, uma volta de 20km a mais até Cordisburgo. Pelo asfalto seriam apenas 12Km. Meu caminho não é reto, sigo enviesado o rumo incerto. Subi o platô e encontrei os primeiros…Saiba…

Saiba mais →

Sete Lagoas a Araçaí

Sete Lagoas é a cidade mais ao Sul alcançada por Riobaldo. Mesmo assim foi depois de abandonar a jagunçagem, quando já era fazendeiro pacato nas margens do São Francisco, para consulta em médico. Visitei a gruta Rei do Mato, que fica na entrada da cidade pela BR 040. Alguns metros abaixo da terra são suficientes…Saiba…

Saiba mais →

Preâmbulo

Uma dos temas que perpassa todo o “Grande Sertão: Veredas” é a existência ou não do diabo. Riobaldo faz o pacto para derrotar o Hermógenes, mas não tem certeza se o acordo foi firmado, tem dúvidas sobre o contrato com “o que não se diz”. Pois bem, me programei para sair no dia treze de…Saiba…

Saiba mais →

Início da Viagem

O impulso primordial da viagem é a busca do desconhecido. Dos exploradores de séculos anteriores aos primeiros navegantes, dos grandes movimentos migratórios que povoaram os continentes às viagens espaciais, todos saltaram no abismo do desconhecido em busca de respostas que não encontravam onde estavam. Num momento em que não há mais fronteiras desconhecidas, em que…Saiba…

Saiba mais →

Back to Top