Objeto Livro

O meu primeiro livro, chamado “Objeto Livro” foi lançado em 1998 numa pequena tiragem de 200 exemplares. O livro é composto por poemas metalinguísticos e toda sua concepção gráfica, desde a capa às orelhas, remetem ao objeto livro como mercadoria. As gravações foram realizadas para o projeto “Arregale os Ouvidos”, que se propõe a produzir audiolivros para deficientes visuais, aproximando a escuta à experiência da leitura do texto no papel.

Alguma Crítica

“Há pouco tempo fui presenteado com um livro de estréia em que o poeta Makely, de Belo Horizonte, leva a idéia da produção independente às últimas consequências (…) Objeto Livro provoca uma ruptura radical em toda sua composição, com a clara intenção de desautomatizar a consciência do leitor que, de tão acostumado com a ‘lógica’ e a naturalidade dos objetos, não reflete mais sobre eles.” Paulo Andrade / Jornal “O Imparcial” (Araraquara – SP) / 06 de junho de 1999

Capa
Primeira Orelha
Ficha Técnica
Recomendações Prefácil
A Palavra que Brota de Pedra
A Voz se Cala
Como uma Senda
Contracapa
Corte a Faca
Dividimos um poema ao meio
Ensaio sons
Escrevo torto
Estímulo músculos da língua
Ferir com a ponta de aço
Forca x Deslocamento
Lasco um trisco de letra
Me calo
Menu
Meu poema mais lindo
Meus versos dissonantes
Minha poesia deserta
Mutilacoes
Não importa o sentido
Não procura entrever nas entrelinhas
Não sou poeta concreto
Nas entrelinhas
O poema se fez por si
O poeta lambeu espinhos
Palavras cascas
Para escrever todo dia
Poema a esmo
Poema a sangue frio
Poema-Bula.mp3
Poema-de-Vidro.mp3
Poema-Epileptico.mp3
Poema-Inclassificavel.mp3
Poema-Sem-Sentido-Definido.mp3
Poema-Telegrafico.mp3
Sou-Mais-Eu.mp3
Torquato-Esquartejado.mp3
Transformar-Tudo-em-Poesia.mp3
Vem-e-nao-volta.mp3
Visagens.mp3
Pacto cínico
Segunda Orelha
Contra-capa

<Anterior LIVROS

Back to Top